MULTICULTURAL

ATUAÇÃO E FIGURINO | JOPA MORAES E AMANDA RUMBELSPERGER

ATUAÇÃO E FIGURINO | JOPA MORAES E AMANDA RUMBELSPERGER

Seja bem vindo ao programa FUNDIÇÃO MULTICULTURAL 2020!
Você está se inscrevendo em uma de nossas atividades gratuitas online. 

INSCRIÇÕES ENCERRADAS


TURMA ÚNICA - 6 aulas com 2 horas de duração - carga horária total 12 horas

- 14/OUT - quarta-feira - das 19h30 às 21h30
- 16/OUT - sexta-feira - das 19h30 às 21h30
- 21/OUT - quarta-feira - das 19h30 às 21h30
- 23/OUT - sexta-feira - das 19h30 às 21h30
- 28/OUT - quarta-feira - das 19h30 às 21h30
- 30/OUT - sexta-feira - das 19h30 às 21h30

*PROFESSORES: Jopa Moraes e Amanda Rumbelsperger

*SOBRE OS PROFESSORES: 
Jopa Moraes, multiartista, é membro da Armazém Companhia de Teatro e atuou nos espetáculos “O Dia em que Sam Morreu” (2014), “Alice Através do Espelho” (remontagem de 2016), "Hamlet" (2017) e no épico “Angels in America” (2019). Em parceria com Paulo de Moraes, assinou a dramaturgia do espetáculo “Inútil A Chuva” (2015) – texto indicado ao 5º Prêmio Botequim Cultural e o roteiro do espetáculo online "Parece Loucura Mas Há Método" (2020), apresentado pela plataforma zoom durante a pandemia. Fora da Armazém, dirigiu “Shopping and Fucking” (2016), de Mark Ravenhill, “A Praia do Mel” (2017), de Felipe Bustamante e “O Insaciável ZéCarioca” (2018), dramaturgia de sua autoria em parceria com Felipe Bustamante – todos com a Caravana Haole. Com Bruna Trindade, idealizou a oficina virtual de teatro para adolescentes “Um Módulo Para o Vento” e dirigiu o espetáculo online "Iliria" (2020) apresentado pelos alunos da oficina pelo zoom. Amanda Rumbelsperger é figurinista, iniciou seus trabalhos na área dividindo a criação do figurino do espetáculo "A Praia do Mel" (2017) da Caravana Haole, com Jopa Moraes. Como figurinista da Caravana Haole, idealizou e realizou o figurinos dos espetáculos "O Insaciável Zé Carioca" (2018) e "Abracadabra" (2019). 

* ÁREA DO CONHECIMENTO: Atuação e Figurino

*HABILIDADES DESENVOLVIDAS: Na oficina, os atrizes e atores serão convidados a pensar o figurino como ferramenta aliada na criação de figuras dramáticas. Questões como textura, cor e movimento serão levados em conta para que o aluno desenvolva, a partir de peças que já tem ou que possam ser construídas em casa, uma proposta de figurino e composição de personagem ao final da oficina.

*CONTEÚDO: O figurino veste o momento presente. Mais do que mera caracterização, o figurino concretiza sugestões da cena, dando contorno e textura ao trabalho do ator. Além disso, um bom figurino é ferramenta poderosa para transformar clichês em momentos autênticos, pessoais e expressivos. A partir de personagens do texto “Peer Gynt” (1876) de Henrik Ibsen – que apresenta uma gama vasta de tipos cotidianos e criaturas mitológicas – vamos pensar a confecção de um figurino que vista o ator e por em prática um ator que vista o personagem. A figurinista Amanda Rumbelsperger conduzirá os alunos na seleção e modificação de peças do próprio guarda-roupa, dando vida às ideias levantadas pelos alunos nas discussões à respeito do texto. O ator e diretor Jopa Moraes aplicará exercícios práticos e corporais que estimulem os alunos a usar figurino e adereço para experimentar impulsos que os deixem mais próximos dos personagens que estão pesquisando.

*MATERIAL NECESSÁRIO: Leitura do texto "Peer Gynt" de Henrik Ibsen, que será disponibilizado por e-mail aos alunos.

*PERFIL DO PÚBLICO: Artistas interessados em pesquisar a relação entre figurino e atuação. A partir de 15 anos.

*QUANTIDADE DE ALUNOS: 20 alunos

 

 

ATUAÇÃO E FIGURINO | JOPA MORAES E AMANDA RUMBELSPERGER

Aulas:

14, 16, 21, 23, 28 e 30 de outubro

GRATUITO | INSCRIÇÕES ENCERRADAS