BLOG

Salve Salve Fundição!

O momento é de isolamento, mas apenas a ação coletiva poderá nos salvar!

Participe da campanha e colabore para manter um patrimônio da arte, da música, da cultura e de todos nós.

 

Em tempos de quarentena, os segmentos culturais e de entretenimento seguem como uns dos mais impactados. Artistas, músicos, casas de shows, museus, espaços culturais toda nossa teia se encontra diante de um desafio enorme. A campanha Salve Salve Fundição! chega para preservar uma das maiores instituições da cidade, onde milhares de pessoas experimentam a vivência artística  – seja como espectador, produtor, ou artista - através de uma iniciativa de contribuição colaborativa pela sua manutenção e, consequentemente, da sua enorme rede da economia criativa na cidade.

A iniciativa consiste na venda de vales para shows de artistas que já confirmaram suas participações em apresentações individuais, ou dividindo a noite com outro artista (a Fundição Progresso tem um histórico de programação com mais de um show na mesma noite), que acontecerão após a reabertura da casa, até o final de 2021. Uma medida prática para o enfrentamento conjunto da atual crise gerada pela COVID-19, que une pessoas solidárias e que valorizam a cultura com o propósito de preservar a continuidade do Centro Cultural Fundição Progresso, reinventando processos, apoiando artistas e mantendo um relacionamento com o nosso público.

Agora se liga no line-up do Salve Salve Fundição: Alceu Valença, Almério, Arlindinho, Armandinho , Àttøøxxá, Academia da Berlinda, BaianaSystem, Bangalafumenga, Bia Ferreira , Casuariana, Chá da Alice , Cordão do Boitatá, Coruja BC1, CPM22, Criolo , Doralyce, Elba Ramalho, Ferrugem , Filipe Ret, Fogo & Paixão, Francisco, El Hombre, Humberto Gessinger , Forró do Kiko, João Cavalcanti, Lenine, Leoni , Mahmundi, Majur, Maneva, Marcelo Falcão, Margareth Menezes, Maria Rita, Martins, Matheusinho, Mombojó, Monobloco, Moska, Mosquito, Nação Zumbi, Nando Reis, Nego Álvaro, Omulu, ORQUESTRA IMPERIAL Baile de 18 anos! Com DJ MARLBORO e Convidados, Os Paralamas do Sucesso, Paula Lima, Pedro Luís, Pedro Miranda, Pepeu Gomes , Pocah, Pretinho da Serrinha, Roberta Sá , Rodrigo Maranhão, Samba Independente dos Bons Costumes (SIBC), Samba que elas querem , Scalene, Serjão Loroza, Sexteto Sucupira e DJ Egil, Teresa Cristina , Thiaguinho, Toni Garrido, Vanessa da Matta, Versalle, Xande de Pilares, Xenia França, 3030 e muito mais!

 

“O momento é de ficar em casa e ainda não temos previsão para reabertura. Sabemos que a nossa área deverá ser uma das últimas a retomar o funcionamento normal, mas precisamos fazer este movimento para sobreviver agora”, reflete Uirá Fortuna, diretor do centro cultural.

 

A venda funcionará da seguinte forma: a partir desta quarta-feira, você pode comprar um voucher no valor determinado de R$50 e depois trocar pelo show desejado no momento em que a data do mesmo for comunicada. A troca vale para qualquer show da campanha e está sujeita a lotação da casa. Para adquirir o voucher, basta entrar na área de programação do site da Fundição ou através do site de vendas Eventim.

Nosso “salve” não vem apenas do “salvar” ou “acudir” para preservar e manter, mas de saudar esse espaço cultural, (do latim “salutare”), ou seja, de saúde, de restaurar forças , estimular forças. Nesse sentido, “Salve Salve Fundição” é uma ação de saúde para a cultura e, consequentemente para todos nós! 

 

Recentemente tombada como Patrimônio Imaterial Cultural do Estado do Rio de Janeiro, a Fundição Progresso se originou de uma ocupação artística pela preservação do prédio, em 1982, e há 20 anos passou a funcionar também como uma escola de arte-educação, abrigando diferentes iniciativas culturais, além de ficar aberta para visitação gratuita durante toda semana (em dias normais). Com a pandemia, a Fundição fechou as portas e não tem patrocinadores que mantenham a instituição, dependendo da renda dos eventos para sua permanência. Com o programa, o Centro Cultural pretende arrecadar fundos para a manutenção do espaço.

Parte da renda da campanha Salve Salve Fundição também vai garantir a distribuição de alimentos da cesta básica para cerca de 40 instituições parceiras que o Centro Cultural apoia através do “ingresso solidário", como forma de manter o apoio a estas instituições durante o combate ao COVID-19.

 

Acompanhe pelas redes @fundicaoprogresso a abertura de vendas e ajude a proteger esse patrimônio da cidade e de todos nós. Você faz parte dessa história <3

 

E se possível, #ficaemcasa! Selecionamos vários conteúdos incríveis aqui no nosso canal ;)