MULTICULTURAL

Comicidade preta: O riso como fabulação insurgente

Comicidade preta: O riso como fabulação insurgente

NOME DO PROFESSOR:  João Carlos Artigos

MINI CURRÍCULO DO PROFESSOR:

Palhaço, Exú Laboral, gestor cultural, João Artigos é licenciado em Artes Cênicas pela UNIRIO. 

Como Germinador de Processos Coletivos, coordenou até 2018 o Encontro Internacional de Palhaços Anjos do Picadeiro, do Festival da Diversidade Cultural Tangolomango. É um dos fundadores do Teatro de Anônimo (1996-2016)  e co-criador da Rede Muda – Outras Economias e é integrante fundador da Red Latinoamericana de La Risa – Brasil, Chile, Colômbia, Bolívia, Costa Rica, Equador, Peru e Guatemala. Entre 2017 e 2019 criou os espetáculos Cabeça de Nego e Noite do Sorriso Negro.

RESUMO DO CURSO / CONTEÚDO: 

O curso propõe um processo criativo voltado para a elaboração da cena, do tempo cômico, em conexão com o sentido de brincadeira, do jogo, num contexto afrocentrado. 

A imaginação e o cérebro estão conectados ao corpo que se afeta pelas potências dos sentidos. Logo, toda alteração ou percepção da mente gera uma mudança no corpo. Uma alteração no corpo, na respiração principalmente, causa uma mudança correspondente na mente e espírito. Assim, temos a possibilidade de criar uma lógica fantástica, que nos conecta às possibilidades de encantos e mandingas da vida. As narrativas tradicionais, frutos das sabedorias populares, integram esses corpos em um tempo espaço mágico, invisível, sutil. Uma episteme fundada no compartilhamento de experiências elaboradas em comunidade, pensando a cena, a performance, a brincadeira e o jogo cênico como performance da vida. 

Considerando que só rimos do que é humano e do que atribuímos à humanidade (todos nós somos capazes de fabular modos risíveis de afetar e afetar-se), e considerando também o Palhaço como um criador de mandingas, cuja lógica fantástica está na ampliação da capacidade generosa de um jogador mandingueiro e brincante.

Princípios do trabalho: Poder Sensual, Inteligência de jogador, Força, Lógica fantástica, Generosidade. O corpo como extensão da alma, Operar com a compreensão polifônica dos sentidos.  

ÁREA DO CONHECIMENTO:  Palhaçaria hacker e processos criativos coletivos.

HABILIDADES DESENVOLVIDAS:  Jogo cômico, improviso, narrativas cênicas.

PALAVRAS CHAVES:  Palhaçaria. palhaçaria preta, performance insurgente, comicidade, comicidade negra, brincadeira, circo 

RECURSOS TÉCNICOS / MATERIAL NECESSÁRIO:  Caderno, computador com zoom.

PERFIL DO PÚBLICO:  Estudantes, profissionais das artes cênicas e afins.

FORMATO DAS AULAS:  4 aulas de 2 hora de duração - carga horária total 8 horas. 

DIAS E HORÁRIOS:

2, 4, 9 e 11/9

2ªs e 4ªs feiras das 19h às 21h

VALOR DO CURSO:  R$ 50,00

Esta atividade faz parte do projeto FUNDIÇÃO MULTICULTURAL 2021, e tem o patrocínio da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, Secretaria Municipal de Cultura, e ICATU, por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura - Lei do ISS.

Comicidade preta: O riso como fabulação insurgente

Aulas:

2 à 11/08

R$50,00

INSCREVER_SE